quarta-feira, 4 de abril de 2012

Análise de Elenco - Grêmio

Agora no Boteco iremos checar o lado azul do Rio Grande do Sul. O Grêmio não fez uma boa Taça Piratini (1º turno do Campeonato Gaúcho) e caiu nas semi-finais para o Caxias. Enquanto encaminha sua classificação para as finais da Taça Farroupilha, também move forças para voltar à Libertadores via Copa do Brasil. O próximo adversário na competição é o Ipatinga.

Mal começou o ano e o Tricolor Imortal já trocou de treinador (relembre aqui). Luxemburgo assume o posto deixado por Caio Junior e procura, além de colocar o Grêmio nos eixos, reencontrar os títulos que o consagraram como um dos melhores técnicos do Brasil.

Antes de analisar a equipe gremista, dedicamos o post de hoje ao ex-zagueiro Airton Pavilhão, um dos maiores ídolos do clube, que faleceu na tarde desta terça-feira. 


GOLEIROS - Busatto, Victor, Marcelo Grohe, Matheus - Victor, titular, já colecionou algumas convocações para a Seleção, porém, perdeu espaço no grupo canarinho. É bom goleiro, passa bastante segurança. Contudo, recentemente tem falhado com alguma frequência. Fase ruim à parte, cumpre bem seu papel. Tem potencial para projetar-se novamente como um dos principais goleiros do país. Grohe, reserva imediato, segue a tônica da maioria dos suplentes de qualquer time brasileiro. Não tem a mesma qualidade do camisa 1, mas não deixa a desejar. Busatto e Matheus, jovens, tem talento e podem despontar em breve.

LATERAIS - Edilson, Gabriel, Pará, Mario Fernandes, Julio Cesar - Bons nomes. A começar por Mário Fernandes, grande talento da lateral-direta, também pode atuar como zagueiro-central. É ótimo jogador! Marca bem, tem bom posicionamento e, mesmo não sendo seu forte, comparece relativamente bem no apoio. Gabriel não é mau jogador, porém tem sofrido com a falta de ritmo e sucessivas lesões. Peca na marcação mas apoia bem. Pela esquerda, Julio Cesar reina na posição. Rápido e habilidoso, rende melhor como ala, pois também tem alguma deficiência na marcação. Pará pode atuar em ambas laterais e até improvisado no meio-campo como volante. É limitado e esforçado. No Grêmio, sua disposição pode cativar alguns adeptos.

ZAGUEIROS - Grolli, Vilson, Saimon, Naldo, Pablo, Werley - Já foi melhor. Há poucos anos a zaga gremista tinha Réver, Léo, Rafael Marques. Hoje, é um setor mais fragilizado e irregular. Por vezes, Gilberto Silva é deslocado da cabeça-da-área para dar mais qualidade à posição. Muitos testes tem sido feitos para encontrar o miolo ideal. Naldo, ex-Cruzeiro, ao meu ver, é o melhor disparado. E olha que chovem críticas sobre ele! Vilson e Saimon são úteis, entretanto, como todo o setor, alternam bons jogos com alguns vacilos. Werley tem sido testado e não tem empolgado. Complicado apontar se é uma falha individual dos beques ou do sistema defensivo como um todo. Preocupa bastante.

VOLANTES - Fernando, Gilberto Silva, Leo Gago, Souza, Felipe Guedes - Carente. Dos principais nomes, Fernando, jovem promessa, é um leão na marcação. Realmente o menino joga muita bola. Desarmes e disposição ímpares. O veterano Gilberto Silva não é mais o mesmo, mas ainda dá um banho em quem está no grupo. Inclusive vai quebrar um galho na zaga. Líder, faz da experiência e da regularidade as plataformas para manter-se no time. Leo Gago veio do Coritiba e considero bom jogador. Voluntarioso e dono de um potente chute, pode surpreender nos tiros de fora de área e nas bolas paradas. Marca bem e distribui bem o jogo. Faz o feijão-com-arroz sem mais nem menos. 

MEIAS - Marco Antonio, Marquinhos, Bertoglio, Felipe Nunes - Faltam opções melhores. Marco Antonio, cria do São Paulo, fez uma boa temporada 2011 pela "Barcelusa". Chegou no Grêmio para melhorar a criação e a distribuição do jogo no meio-campo Imortal. Ainda não justificou sua contratação, apesar de ter um bom passe e também pegar bem na bola. O experiente Marquinhos nunca foi "aquele" protagonista por onde passou. Ainda assim é uma das peças mais lúcidas e interessantes da meia-cancha. Considero-o tão irregular quanto Marco Antonio, embora tenha mais "estrela" que o recém-chegado e consiga decidir um jogo aqui outro ali. Bertoglio, por fim, mal desembarcou no Olímpico e já conquistou os torcedores. Seu estilo rápido e aguerrido aliado às boas atuações logo conquistaram a torcida.

ATACANTES - André Lima, Kléber, Miralles, Marcelo Moreno, Leandro - Bom setor. Uma fatalidade tirou Kléber dos gramados por cerca de 4 meses. O tornozelo quebrado interrompeu uma série de boa atuações do Gladiador com a camisa Tricolor. Esbanjava seu estilo brigador e anotava seus gols. Perdia outros tantos, é verdade, mas o ataque ficava em evidência. Grande contratação e grande perda. Marcelo Moreno foi outra contratação cirúrgica para o setor. Rápido e oportunista, o boliviano deixou o ataque mais leve e mais perigoso. Com o retiro forçado de Kléber, é o principal nome do ataque. André Lima já viveu melhores dias. Centroavante médio, não chega a ser medíocre, mas está longe de ser um matador espetacular. Reserva razoável. Miralles não está longe de André Lima. Leandro, promessa, é veloz e sabe abrir espaços na zaga adversária. Boa alternativa para contra-ataques. 

TÉCNICO - Vanderlei Luxemburgo - Um dos melhores técnicos que o Brasil já viu não atravessa bom momento. Acumulou alguns fracassos e polêmicas por onde passou. Bem verdade, tem vivido os Estaduais conquistados, especialmente o Mineiro com o Galo em 2010 e o Carioca com o Flamengo em 2011***. Pode-se ver pelo lado positivo e dizer que foi o último tricampeão Paulista, tendo em vista que também levantou o caneco com o Santos em 2006 e 2007, e Palmeiras em 2008. Não fosse uma tendência a querer atacar de 'manager' e Luxemburgo não teria se sabotado tanto. Mesmo assim, ainda o considero um treinador acima da média. No entanto, não vejo liga entre seu estilo e a escola do Grêmio.

ANÁLISE GERAL - O time é mediano. Minto. O elenco é mediano. É possível fazer um time bastante competitivo. A zaga e o sistema defensivo como um todo é fraco, precisa de reforços e reparos urgentes. O meio-campo também precisa de ajustes para acertar a criação. Só o ataque e a lateral equilibrada escapam da chuva de críticas. Luxemburgo não tem muito material humano para fazer o torcedor sonhar tão alto.

RESULTADO - Diante de tantas limitações, ou o Grêmio se reforça - e bem - para o Brasileirão ou vai ficar pela zona intermediária, palpite aqui do blog. 

***corrigido após a intervenção providencial de Douglas Nacif.

Para acompanhar mais Análises de Elenco basta clicar aqui. Lembrando que a seção está sendo elaborada em ordem alfabética.

9 comentários:

  1. Disparado a zaga é o maior problema do tricolor... Bem como disseste, desde a época do Rever estamos com furo no setor... Só faltou mencionar do azar que deu com o Sorondo, lesionado ainda na pre temporada...

    Comentando sobre a relaçao grêmio x luxa, eu diria que 100% da torcida achou que não ia dar pé, que ele não tem a cara do tricolor... mas até que conseguiu fazer o time mostrar um sangue no olho que desde a época do Renato a gente não via... acho q se ele se adaptar buscando o estilo peleador do gremio vai conseguir tirar uns bons resultados desse elenco aí...

    ResponderExcluir
  2. Boas!

    Devo dizer que gosto imenso deste blogue!

    Podem adicionar os meus aos vossos links? Eu prometo que retribuo :p

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    Saudosos cumprimentos!

    ResponderExcluir
  3. Fala pessoal!
    Comecei um blog esportivo recentemente, e gostaria muito de receber a crítica de quem já tá nessa.
    Se vcs quiserem dar uma olhada, o nome do blog é "Esporte é minha amante": http://esporteeminhaamante.blogspot.com.br/
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Olá, vi que você comentou no blog Grêmio Online (http://www.gremionline.com) divulgando este post.

    Muito boa tua iniciativa, aliás, eu como gremista, quero reafirmar o que foi dito: o grande problema são os zagueiros. TODOS os do elencos são uns pernas-de-pau.

    Outro problema que precisa ser lembrado é a falta de um camisa 10. Desde a saída do Douglas, pro Corinthians, o Grêmio não tem o "maestro". Marco Antonio e Marquinhos já foram testados nesta posição, mas, como vocês podem ter percebido, não deram certo.

    Abraços...

    -> Link do blog: http://www.gremionline.com/
    -> Pra quem quiser seguir no Twitter: http://twitter.com/gremionline
    -> Pra quem quiser curtir no Face: http://facebook.com/gremionline

    ResponderExcluir
  5. http://videosdamaquinatricolor.blogspot.com/ parceria sigaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  6. Fala Gabriel!

    Posso estar enganado, mas o Luxemburgo não ganhou o Carioca 2011 com o Flamengo? Lembro, que pelos menos a Taça Guanabara o Flamengo ganhou invicto.

    Digo isto pois você citou que o último título dele, foi um Paulista pelo Palmeiras. Se eu estiver errado, peço-lhe desculpas.

    Forte abraço,

    Douglas Nacif

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há em 2010 ele também foi Campeão estadual com o Atlético-MG.

      De estaduais o homem ta bem servido...rs

      Excluir
  7. Verdade. Desculpem, falha nossa. Por certo não atentei ao "detalhe" quando elaborei o post. Confere. Campeão Mineiro e Carioca, 10-11, respectivamente.

    Mal, pessoal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nada, estamos ai para isso....rs

      Abração!

      Excluir